Posted by : Kamilo Ferreira sexta-feira, outubro 24, 2014

''Lá no fundo, existem sonhos e sonhos e mais sonhos. Há uma corrente subjacente ao sonho - e essa corrente vai corromper a nossa visão''.


''Tudo que vemos ou parecemos, não passa de um sonho dentro de um sonho'' 
Edgar Allan Poe 


Comece a contemplar desta maneira: ao andar pela rua, contemple que as pessoas que estão passando são todas sonhos. As lojas e os lojistas e os compradores e as pessoas indo e vindo são todos sonhos. As casas, os ônibus, o trem, o avião são todos sonhos.
Você ficará imediatamente surpreso com uma coisa de enorme importância acontecendo dentro de você. No momento em que você pensa ''são todos sonhos'', de repente, como um lampejo, você enxerga: ''eu também sou um sonho''. Pois, se o que se vê é um sonho, quem é, então, esse ''eu''? Se o objeto é um sonho, o sujeito é um sonho também. Se o objeto á falso, como pode o sujeito ser a verdade? Impossível.
Se você observar tudo como um sonho, vai descobrir, de repente, uma coisa indo embora do seu ser: a ideia de ego. É a única maneira de abandonar o ego, e a mais simples. Apenas tente - medite dessa forma. Meditando muitas vezes dessa forma, um dia acontece o milagre: você olha para dentro, e o ego não está mais lá.
O ego é um subproduto, um subproduto da ilusão de que tudo o que você vê é real. Se você pensa que os objetos são reais, o ego pode existir; é um subproduto. Se você pensa que os objetos são sonhos,o ego desaparece. E, se você pensar continuamente que tudo é um sonho, um dia, durante um sonho noturno, você ficará surpreso: de repente, no sonho, você se lembrará que é um sonho também! E imediatamente, quando a lembrança acontecer, o sonho desaparecerá. E, pela primeira vez, você terá a experiência de si mesmo em sono profundo, embora acordado - uma experiência bastante paradoxal, mas muito benéfica.
Depois de ver os seus sonhos desaparecendo, por ter tomado consciência do sonho, a qualidade da sua consciência dará um novo salto. Na manhã seguinte, você vai acordar de um feito totalmente, que você não conhecia. Você vai acordar realmente pela primeira vez. Então vai saber que todas aquelas outras manhãs foram falsas; você não acordava de verdade. Os sonhos continuavam - a única diferença é que durante a noite você sonhava de olhos fechados, e durante o dia você sonhava de olhos abertos.
Mas o sonho desapareceu porque veio a consciência; de repente você tomou consciência dentro do sonho...E lembre-se: consciência e sonho não pode existir ao mesmo tempo. Quando emerge a consciência aqui, o sonho desaparece ali. Quando você desperta no seu sono, a manhã seguinte será tão importante que vai ser incomparável. Nunca aconteceu nada parecido. Seus olhos estão tão claros, tão transparentes, e tudo vai parecer tão psicodélico, tão colorido, tão vivo. Até mesmo as pedras vão parecer estar respirando, pulsando; até mesmo as pedras vão ter um coração batendo. Quando você está desperto, toda a existência muda de qualidade.
 Nós vivemos num sonho. Estamos dormindo, mesmo quando pensamos estar acordados.

Osho em - O Espírito do Zen no Tarô

{ 1 comentários... read them below or add one }

- Copyright © Desperte Consciente - Hatsune Miku - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -